TREINAMENTOS

Começamos por um diagnóstico bem elaborado, simples e eficaz para avaliar a tendência do grupo às principais disfunções e armadilhas naturais a que são sujeitas as equipes. De preferência, um diagnóstico coletivo, envolvendo a totalidade ou parte representativa do grupo.

Aprendemos que os principais problemas ou disfunções de uma equipe são interligados, portanto precisam ser trabalhados de maneira “regular” e “sistêmica”.

Como “regular” entendo que programas e intervenções de longo prazo são mais efetivos e eficazes que ações pontuais, tão comuns no mercado hoje em dia, onde as empresas e as equipes não podem “parar”, pois “não tempo a perder”. O interessante é que depois, essas mesmas empresas e equipes encontram tempo para refazerem seus trabalhos, e tentarem recuperar o tempo, energia e investimentos perdidos, com todos os desgastes inerentes.

Como “sistêmica” entendemos que não podemos trabalhar isoladamente uma determinada disfunção da equipe, como ausência de confiança entre seus membros (para mim, base de todo o trabalho de equipe), pouco comprometimento ou pouco foco em resultados coletivos. Preferimos trabalhar cada disfunção e a interligação entre elas – e o papel do líder em cada etapa do processo.

Para desenvolver equipes utilizamos um processo simples porém efetivo, num roteiro que inclui atividades estruturadas de autoconhecimento, mapeamento de perfis de personalidade e comportamento, feedbacks 360°, workshops de team building, Processo Decisório, Design Thinking, análise de contingências, definição de políticas de recompensas, entre outras.

Como equipes são formadas por pessoas, nosso trabalho fundamentalmente busca elevar a consciência das pessoas, atuando nas 3 dimensões do ser humano, estimulando mudanças nos planos do Pensar, do Sentir e do Querer (Agir).

Segue abaixo também alguns workshops já formatados, e que são customizados às necessidades e perfil de cada grupo:

CONSTRUINDO EQUIPES DE ALTA PERFORMANCE

• Desenvolver um Mapa Referencial dos elementos que compõe equipes de alto desempenho, a fim de estabelecer um modelo a ser reproduzido no dia a dia;

• Adotar uma abordagem integrada que garanta um processo de alta performance, orientado para o fortalecimento dos fatores críticos de sucesso;

• Experienciar o trabalho em equipe

ALINHAMENTO ESTRATÉGICO DE EQUIPES

Consolidar o alinhamento estratégico de equipes de uma mesma organização, de modo a obter prontidão organizacional e consequentes vantagens competitivas na agregação de valores aos clientes.

LIDERANÇA E EMPOWERMENT DE EQUIPES

Desenvolver um modelo de gestão que favoreça o empowerment e a expansão dos resultados das equipes, potencializando os resultados da organização como um todo.

LIDERANÇA FLEXÍVEL E PROCESSO DECISÓRIO

Identificar práticas inovadoras de liderança flexível, rever modelos de processo decisório e repensar a atuação gerencial X os objetivos organizacionais para a efetivação de uma gestão participativa.

GESTÃO DO PROCESSO DE MUDANÇA

Proporcionar uma visão crítica sobre o processo de mudança, analisando as implicações do papel dos líderes como agentes de mudança, de modo a estimular o comprometimento de todos com os objetivos da mudança organizacional.

GESTÃO DE PESSOAS

Desenvolver habilidades para gerenciar pessoas de modo a aproveitar todas as potencialidades da equipe e de cada um, dentro de um contexto de mudanças constantes e cenários cada vez mais competitivos.

TEMOS AINDA: QUALIDADE EM SERVIÇO DE ATENDIMENTO A CLIENTES, ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS, GESTÃO DO TEMPO E OTIMIZAÇÃO DOS RESULTADOS, E MUITOS OUTROS.